Publicidade

sexta-feira, 24 de março de 2017

Livro de terror vencedor do Prêmio Bram Stoker 2016, NA ESCURIDÃO DA MENTE, será lançado no Brasil

O romance vencedor do Prêmio Bram Stoker 2016, mais importante prêmio literário do horror mundial, A Head Full of Ghosts, de Paul Tremblay, será lançado no país pela Bertrand Brasil (Ed. Record). Aqui no Brasil, o livro recebeu o título de Na Escuridão da Mente.

Marjorie, uma menina de 14 anos, começa a apresentar sinais do que parece ser esquizofrenia. Mas, como seus pais não conseguem reverter o mal que aflige a adolescente, eles acabam pedindo ajuda para um padre católico, que sugere um exorcismo.

Enquanto isso, o pai de Marjorie, John, aceita documentar todo o processo no reality show The Possession. Quinze anos depois, a irmã de Merry, na época do exorcismo uma menina de apenas 8 anos de idade, é entrevistada por um escritor bestseller e passa a se lembrar daquele momento sombrio de seu passado.

O livro foi elogiado por Stephen King em sua conta no Twitter: "Me assustou para valer, e eu não sou nada fácil de assustar", escreveu o mestre. A data de lançamento ainda não foi divulgada.




Última coletânea de contos de Stephen King, BAZAR DOS SONHOS RUINS, já está nas livrarias brasileiras

A coletânea de contos mais recente de Stephen King, Bazar dos Sonhos Ruins (Bazaar of Bad Dreams), acaba de chegar às livrarias brasileiras, quase um ano e meio depois de sua publicação nos Estados Unidos.

O livro, publicado pela Suma de Letras, reúne 20 contos, a maioria deles já publicada anteriormente em inglês (mas não em português). Veja a lista dos contos:

Milha 81 (Mile 81)
Premium Harmony (Premium Harmony)
Batman e Robin Têm uma Altercação (Batman and Robin Have an Altercation)
A Duna (The Dune)
Garotinho Malvado (Bad Little Kid)
Uma Morte (A Death)
A Igreja de Ossos (The Bone Church)
Moralidade (Morality)
Após a Morte (Afterlife)
Ur (Ur)
Herman Wouk Ainda Está Vivo (Herman Wouk is Still Alive)
Indisposta (Under the Weather)
Blockade Billy (Blockade Billy)
Mister Delícia (Mister Yummy)
Tommy (Tommy)
O Pequeno Deus Verde da Agonia (The Little Green God of Agony)
Aquele Ônibus é Outro Mundo (That Bus is Another World)
Obituários (Obits)
Fogos e Bebedeira (Drunken Fireworks)
Trovão de Verão (Summer Thunder)



Leia a resenha do livro feita pelo FICÇÃO TERROR.

segunda-feira, 20 de março de 2017

Diretor de CONDADO MACABRO lança curta de embrulhar o estômago

O diretor e roteirista do filme slasher Condado Macabro (2015), Marcos DeBrito, lançou o curta-metragem Mesa pra Dois. O filme de pouco mais de 4 minutos, gravado em câmera lenta, mostra um homem preparando seu jantar. Mas seu prato principal é um outro ser humano.

O filme lembra bastante uma das cenas mais nojentas de Hannibal (2001), em que o doutor Hannibal Lecter droga o policial Paul Krendler, coloca-o sentado a uma mesa, abre seu crânio, frita seu cérebro e ainda o coloca na boca Krendler.

A sequência filmada por DeBrito termina de uma forma diferente daquela executada por Riddley Scott e é muito mais gráfica e sanguinolenta. Sim, dá um grande embrulho no estômago, portanto não veja enquanto estiver comendo algo.

A música Lascia Ch'io Pianga, também utilizada por Lars Von Trier em Anticristo (Antichrist, 2009), caiu muito bem na cena.

Veja o filme:


domingo, 19 de março de 2017

RASTRO DE MALDADE (2015): Resenha de filme

Rastro de Maldade (Bone Tomahawk, 2015) é um interessante western com fortes elementos de terror. No final do século 19, uma tribo de canibais neolíticos sequestra três pessoas em uma pequena cidade no velho-oeste.

Um grupo de quatro pessoas, o xerife local, um pistoleiro narcisista, um velho xerife substituto e o marido de uma das vítimas (que mal consegue andar por ainda se recuperar de um ferimento na perna) decidem ir atrás da tribo para fazer o resgate dos sequestrados.

O interessante do filme é justamente por ele ter uma estética toda de western, bem diferente daquela que se espera de um filme de terror. A própria história, que envolve a ameaça de índios à incipiente colonização branca do Meio-Oeste americano, é típica de um western.

O elemento dark da trama fica por conta dos canibais que, na verdade, só aparecem mesmo no final do filme (antes disso, eles só têm duas aparições relâmpago, no início e no meio do filme).

Do ponto de vista do terror, o forte do filme é o medo psicológico que o canibalismo desperta na cabeça da sociedade ocidental e também as cenas gore (algumas delas são bem gráficas, como quando eles dividem uma das vítimas no meio).

Mesmo que o terror só comece mesmo para valer no final do filme (no restante do filme, ele é apenas subjacente), a história e a estética do filme são interessantes.

O ponto fraco são criaturas (não está claro se são humanos ou uma espécie humanóide ancestral), principalmente a forma como morrem depois de levar um tiro, que é bem forçada e canastrona. Mas os outros atores, que incluem o Kurt Russell e Patrick Wilson (mais conhecido por suas atuações em Sobrenatural e Invocação do Mal) compensam os dublês canastrões que fazem as criaturas.

Não é daqueles filmes que dão medo, mas é eficaz em provocar aquela agonia que todos os fãs de horror curtem.

AVALIAÇÃO GERAL: Bom.
NÍVEL DE TERROR: Médio
O QUE ESPERAR: Violência, sangue e criaturas monstruosas



DADOS DO FILME
Título original: Bone Tomahawk
Subgênero: Canibalismo/Criaturas assassinas/Gore
Direção: S. Craig Zahler
País: EUA/Reino Unido
Ano: 2015
Duração: 132 min.

quarta-feira, 15 de março de 2017

R.F. Lucchetti lança novo livro sobre vampiros em abril: RACHEL

O decano da literatura do horror no Brasil, Rubens Francisco Lucchetti, lança em abril o quinto volume da Coleção R.F. Lucchetti da Editorial Corvo, que reúne antigas histórias do autor, apresentadas em novas versões, corrigidas e reescritas.

O novo livro chama-se Rachel, uma história de vampiros, que é um dos temas preferidos de Lucchetti. De acordo com o autor, a história foi escrita em 1963 e publicada originalmente em 1973. Mas, agora, ela sai em sua "versão definitiva".

Ao FICÇÃO TERROR, Lucchetti disse que Rachel é uma história de vampiros diferente. "É uma história de vampirismo. Mas é um vampirismo diferente. É uma história em que a casa tem um papel de destaque. É como se ela fosse personagem", disse.

Em seu perfil no Facebook, Lucchetti resume a história da seguinte forma: "O enorme casarão, conhecido como Solar dos Gansfields ou a Casa do Promontório exercia um estranho fascínio sobre os seus habitantes. Rachel só se sentia liberta, quando caminhava pelas praias desertas das redondezas, ouvindo o ruído das ondas. E ela sabia que jamais poderia fugir: a casa, que parecia ser o reduto da noite, por estar envolta sempre numa auréola de escuridão, a vigiava."



Segundo o autor, Rachel dialoga com outros quatro livros cujas protagonistas, quatro mulheres, se cruzam entre as histórias: Onde Está BlondieA Filha de DráculaO Fantasma de Greenstock e Nos Domínios de Drácula. O primeiro deles é um roteiro inédito que só foi publicado no final do ano passado. Os demais são histórias antigas que também serão republicadas em novas versões por Lucchetti.

A Coleção R.F. Lucchetti já publicou os seguintes volumes:
1 - As Máscaras do Pavor
2 - O Museu dos Horrores
3 - O Abominável Dr. Zola
4 - Os Amantes da Sra. Powers

Os próximos volumes da coleção serão:
5 - Rachel (previsto para ser lançado em abril de 2017
6 - Nos Domínios de Drácula (previsto para ser lançado em julho de 2017)
7 - O Fantasma de Greenstock (previsto para ser lançado em novembro de 2017)
8 - A Possuída (publicado originalmente com o título de O Demônio Exorcista, previsto para ser lançado em abril de 2018)
9 - Ravena a Bruxa (publicado originalmente com o título de O Emissário de Satã, previsto para ser lançado em julho de 2018)
10 - Gênesis Depois do Fim (história inédita, prevista para ser lançada em novembro de 2018).

segunda-feira, 13 de março de 2017

Ranking de filmes do FICÇÃO TERROR

Confira a lista com aqueles que mais agradaram e aqueles que menos chamaram a atenção do editor do blog FICÇÃO TERROR, Vitor Abdala, com base nas resenhas feitas desde que o site foi criado em setembro de 2015.

Os filmes estão classificados de acordo com a avaliação geral e com o nível de terror. A avaliação geral é uma classificação do filme que leva em consideração vários fatores, como direção, roteiro, história, enredo, detalhes técnicos, atuações etc. Com base nisso, o filme pode ser péssimo, ruim, regular, bom e imperdível.

Já o nível de terror avalia a atmosfera de medo que o filme conseguiu passar para o editor do blog. Nesse caso, são levados em consideração os sustos, a tensão, a angústia, enfim tudo o que faz um filme de terror ser assustador. Nesse quesito ele pode ser fraquíssimo, fraco, médio e forte.

IMPERDÍVEL COM NÍVEL DE TERROR FORTE
Ainda Estamos Aqui (We Are Still Here, 2015)

IMPERDÍVEL COM NÍVEL DE TERROR MÉDIO
Sob a Sombra (Under the Shadow, 2016)
Resurrección (2015)

IMPERDÍVEL COM NÍVEL DE TERROR FRACO
The Invitation (2015)
Creep (2015)

BOM COM NÍVEL DE TERROR FORTE
Autópsia (The Autopsy of Jane Doe, 2016)
Voo 7500 (Flight 7500, 2014)
Atividade Paranormal - Dimensão Fantasma (Paranormal Activity - The Ghost Dimension, 2015)
O Babadook (The Babadook, 2014)

BOM COM NÍVEL DE TERROR MÉDIO
A Bruxa (The Witch, 2015)
Jessabelle - O Passado Nunca Morre (Jessabelle, 2014)
Corrente do Mal (It Follows, 2014)
A Visita (The Visit, 2015)
México Bárbaro (2014)
Floresta Maldita (The Forest, 2016)
Boneco do Mal (The Boy, 2016)
Exorcistas do Vaticano (The Vatican Tapes, 2015)

BOM COM NÍVEL DE TERROR FRACO
Lua de Mel (Luna de Miel, 2015)
Necrofobia (2014)
Encarnação do Demônio (2008)
Esta Noite Encarnarei no Teu Cadáver (1967)
À Meia-Noite Levarei Tua Alma (1964)
Condado Macabro (2015)
Hush - A Morte Ouve (Hush, 2016)
Uma Noite de Crime (The Purge, 2013)
Donnie Darko (2001)
O Albergue 3 (Hostel - Part III, 2011)
Para Elisa (2012)

BOM COM NÍVEL DE TERROR FRAQUÍSSIMO
A Infância de um Líder (The Childhood of a Leader, 2015)
O Anticristo (Antichrist, 2009)
Viagem sem Volta (Magic Magic, 2013)

REGULAR COM NÍVEL DE TERROR FORTE
Hospital Maldito (Boo, 2015)
A Mulher de Preto 2 - Anjo da Morte (The Woman in Black 2 - Angel of Death, 2014)

REGULAR COM NÍVEL DE TERROR MÉDIO
O Despertar (The Awakening, 2011)
A Maldição da Floresta (The Hallow, 2015)
Los Inocentes (2015)
Pacto Maligno (Mercy, 2014)
A Maldição da Sétima Lua (Seventh Moon, 2008)
Canibais (2013)
Clown (2014)
Palavras Diabólicas (Speak No Evil, 2013)
Assim na Terra como no Inferno (As Above, so Below, 2014)

REGULAR COM NÍVEL DE TERROR FRACO
A Colina Escarlate (Crimson Peak, 2015)
O Último Capítulo (I am the Pretty Thing that Lives in the House, 2016)
London 1920 (2016)
Jerusalém (Jeruzalem, 2015)
III (2015)
O Garoto Sombrio (The Boy, 2015)
Starry Eyes (2014)
Marcas da Possessão (Ava's Possessions, 2015)
Matadouro (2012)
Noites em Claro (Dark Circles, 2013)
Amaldiçoados (Horns, 2013)
Would You Rather (2012)

RUIM COM NÍVEL DE TERROR MÉDIO
The Presence (Die Prasenz, 2015)
Ghoul (2015)
Renascida do Inferno (The Lazarus Effect, 2015)
The Chosen (2015)

RUIM COM NÍVEL DE TERROR FRACO
Sendero (2015)
ABC da Morte 2 (ABC's of Death, 2014)
Archivo 253 (2015)

PÉSSIMO COM NÍVEL DE TERROR MÉDIO
Krampus - O Justiceiro do Mal (Krampus, 2013)
Animal (2014)

domingo, 12 de março de 2017

A AUTÓPSIA (2016): Resenha de filme

A Autópsia (The Autopsy of Jane Doe, 2016) é um filme que vem sendo muito bem recomendado desde a época de seu lançamento. Dirigido pelo norueguês André Ovredal, roteirista e diretor de O Caçador de Troll (Trolljegeren, 2010, um found footage bem "mais ou menos"), o filme é ambientado em um necrotério privado, localizado no porão de uma antiga casa no interior dos Estados Unidos.

Ao atender a um chamado de triplo homicídio em uma casa na pequena cidade de Grantham, na Virgínia, os policiais encontram o corpo intacto de uma mulher, semienterrada no porão.

Sem ter como identificá-la, os policiais a apelidam de Jane Doe (o equivalente a "Joana Ninguém" aqui no Brasil). Pressionado pela imprensa, o delegado Sheldon se apressa em levar o corpo da mulher até o necrotério/crematório dos Tilden, um negócio familiar gerenciado por Tommy e seu filho Austin, os dois legistas.

Jane Doe chega ao necrotério ao mesmo tempo em que Austin, está pronto para deixar o trabalho, de tardinha, para sair com a namorada. Como o delegado exige rapidez na autópsia, Austin decide cancelar a saída e ajudar o pai no trabalho.

No entanto, conforme eles vão executando o trabalho, perguntas sem resposta vão surgindo. O corpo da mulher está intacto. Os olhos dela estão esmaecidos como se tivessem sem vida há muito tempo, no entanto ainda escorre sangue do corpo. Seu coração e pulmões estão queimados e cheios de cicatrizes.

Por fim, eles encontram um pedaço de pano com escritos bíblicos, no estômago da vítima. Então, coisas estranhas começam a acontecer no necrotério e a luz se apaga.

Assustados, pai e filho tentam sair do local, mas a porta está emperrada e o gerador não produz energia suficiente para movimentar o elevador.

O cenário está preparado para um típico ambiente de terror. Duas pessoas presas no porão (que também é um tenebroso necrotério), junto com quatro corpos, inclusive uma mulher misteriosa, e tendo que enfrentar coisas sobrenaturais.

Um dos ingredientes mais assustadores do filme é uma pequena sineta que os legistas amarram nos pés dos corpos porque, segundo Tommy, antigamente era preciso ter certeza de que a pessoa estava morta. Ouvir a sineta tocando realmente provoca medo.

Outra coisa legal que prende o espectador, quase até o final do filme é o mistério sobre quem é a tal Jane Doe. Outra coisa: será que a Jane Doe vai se levantar da maca? E se ela se levantar, o que vai fazer? 

A premissa do filme é muito legal. Pelo menos para mim, original. O cenário é excelente. Os atores são bons. E as cenas de terror realmente te deixam assustado. Esses ingredientes, para mim, são o suficiente para um excelente filme de terror. E A Autópsia é, sim, um ótimo filme.

Apesar disso, os produtores do filme lançam mão de muitos clichês do terror (batidas na porta, tempestade, falta de luz são alguns deles) e isso, para mim, evita que o filme seja impecável.

CLASSIFICAÇÃO GERAL: Bom.
NÍVEL DE TERROR: Forte.
O QUE ESPERAR: Medo, sustos, cadáveres ressuscitados e gore



DADOS DO FILME:
Título original: The Autopsy of Jane Doe
Subgênero: Sobrenatural/Gore
Direção: André Ovredal
Ano: 2016
País: Reino Unido/EUA
Duração: 86 min.